Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

9 erros no e-commerce que estão matando suas vendas

O objetivo principal da sua loja virtual é gerar vendas, certo? Então é preciso focar em fazer com que o design do seu e-commerce seja o mais amigável possível para o usuário que está navegando. Quando você vende produtos online, seu e-commerce é mais do que um site, é a sua primeira impressão, seu fator de confiança, seu fluxo financeiro, seu atendimento ao cliente, tudo em um. É basicamente seu funcionário mais valioso.
O seu e-commerce não dorme ou “atinge o tempo limite”. Funciona o tempo todo, apresentando sua marca e produtos ao seu público-alvo ideal… dia e noite, mesmo quando você está confortável na cama tirando uma soneca. Seu site é um grande negócio. Requer muito planejamento, trabalho, manutenção e ajustes finos.

Por isso, verifique se você não está cometendo um desses 9 erros de design em seu e-commerce. Eles são bastante comuns, mas podem ter um enorme impacto negativo nos seus resultados.

 

#1 – Má qualidade de imagens dos produtos

A melhor parte de fazer compras online é que você não precisa sair de casa. A pior parte das compras é que você não pode segurar e inspecionar fisicamente o produto antes de comprá-lo. É por isso que você precisa de fotos de alta qualidade dos seus produtos.

O ser humano são seres visuais. Processamos imagens 60.000 vezes mais rápido que textos. Imagens vendem. Use isso a seu favor no e-commerce. Forneça vários ângulos dos seus produtos, variações de cores e opções. Não insira uma foto pequena e espere que as pessoas se apressem e cliquem no botão “adicionar ao carrinho”. Permita que elas sejam capazes de aumentar o zoom nas fotos e de ter a sensação de “segurar e inspecionar” antes de comprar.

 

#2 – Descrições confusas de produtos

A página do produto é uma peça importante do quebra-cabeça de vendas online. Ela atrai seus clientes e os convencem a comprar. A descrição do produto combinada com imagens de alta qualidade permite que o visitante experimente o produto sem precisar segurá-lo.

Adicione um pouco de personalidade às descrições. Seja envolvente e informativo. Diga como seu produto irá resolver um problema e porque é tão impressionante.
Não estamos dizendo para escrever um romance para cada um dos produtos, mas você precisa fornecer aos seus clientes detalhes necessários para fazerem um compra bem informada.

Revise as descrições dos produtos e verifique se está escrevendo com precisão e de maneira clara. Peça opinião a um membro da sua equipe, colega, familiar ou amigo sobre as descrições dos seus produtos. As vezes, tudo o que você precisa é de um segundo par de olhos para fazer os ajustes corretos.

 

#3 – Falta de confiança

Quando você vende produtos online, na maioria das vezes o site é a única impressão que você terá sobre seus clientes. Você não tem a chance de conhecer todos os seus clientes, apertar a mão deles e se apresentar. Você não tem a chance de dar a eles um sorriso e um “olá!” sincero. Você precisa ganhar a confiança deles… virtualmente. Por isso seu e-commerce deve ser limpo, atraente e direcionar o seu cliente.

Que coisas então você deve evitar?

  • Layout confuso e desatualizado
  • Palavras com erros ortográficos ou gramática incorreta
  • Imagens de baixa qualidade
  • Mensagem e estilos confusos que sua marca pode passar

Confiança e credibilidade são dois componentes enormes no mundo das compras online. As pessoas compram coisas de pessoas em quem confiam.

 

#4 – Processo de check-out complicado

Quando o seu cliente termina de navegar no site, adiciona o produto que deseja no carrinho e começa a fazer o check-out, evite com que ele se depare com etapas desnecessárias.
Quanto maior o processo de check-out, menores as conversões. Quanto mais confuso for, menores serão as conversões. Não complique o processo! Várias etapas para finalizar a compra e design inadequados vão resultar em pessoas deixando o seu site e em perda de vendas para você.

Acredite na gente. Todo o mundo já passou por isso.
Não importa o quanto quisesse o produto; sendo jogado de um lado pra outro ao finalizar sua compra, com certeza você já desistiu e foi procurar o mesmo produto em outro site.

 

#5 – Incompatibilidade com dispositivos móveis

Verifique se o site é responsivo (compatível com dispositivos móveis). Hoje o número de usuários que compram produtos por meio de dispositivos móveis está aumentando… rapidamente. Cerca de 57% dos consumidores não recomendam uma empresa com um site não projeto para dispositivos móveis e 40% dos consumidores acessam o site de um concorrente após uma experiência móvel ruim.

Ter um site otimizado para celular é tão crucial para a experiência de navegação do usuário que mecanismos de pesquisa como o Google penalizam sites por não serem otimizados para celular. Isso significa que, nos resultados da pesquisa, os produtos e o site responsivo de seu concorrente seria lisado antes do seu, caso seu site não seja compatível com dispositivos móveis.

Não tem certeza se o site é responsivo? Digite a URL do seu site nessa ferramenta gratuita do Google e ela vai te informar.

 

#6 – Navegabilidade ruim

Ter muitas opções ou descrever categorias muito vagamente são os dois erros de design mais comuns que encontramos em navegação de lojas virtuais. Se seus clientes não conseguirem encontrar o que procuram de maneira rápida e fácil, irão sair do seu site.

Qual a melhor maneira de otimizar a sua navegação? Pense no seu consumidor ideal. O que ele está procurando? Organize as opções de menu e navegação para permitir que ele chegue ao produto que encontra com o mínimo de cliques possível. Outra boa maneira de reduzir a frustração de encontrar coisas é adicionar uma barra de pesquisa na sua loja virtual. Isso é especialmente útil caso você tenha uma tonelada de produtos cadastrados.

 

#7 – Não disponibilizar um contato de serviço ao cliente

Só porque os consumidores estão comprando online, ao invés de pessoalmente, não significa que ele não tem perguntas. Facilite para que as pessoas obtenham soluções para seus problemas de compra e e faça perguntas ao longo do caminho.

Você não precisa de um call-center inteiro para seu atendimento ao cliente, mas deve ter um número de telefone ou endereço de e-mail disponível para as pessoas entrarem em contato com você… e é claro, você precisa verificar esse e-mail regularmente.

Colocar os detalhes da sua localização também é uma ótima dica para adicionar ao seu e-commerce (além de ser obrigatório por lei aqui no Brasil a inclusão dessa informação, assim como o CNPJ da sua empresa). Você pode ser uma loja online, mas as vezes os clientes gostam de saber onde você está localizado. Essas informações podem fornecer aos seus clientes um pouco mais de confiança na sua marca.

 

#8 – O carregamento demora muito

As pessoas saem de sites que demoram a carregar. Cada segundo de atraso no tempo de carregamento da página leva a 11% menos visualizações de página, uma diminuição de 16% na satisfação do cliente e uma perda de 7% nas conversões.

Os usuários do site são impacientes, principalmente quando fazem compras online. Por isso verifique se:

  • o site está hospedado em um servidor de qualidade;
  • todas as imagens de alta qualidade estão otimizadas;
  • o design do seu e-commerce não está diminuindo o tempo de carregamento;
  • você tem uma configuração de cache correta.

O culpado de um site lento pode ser um número grande de fatores. Se você não tiver certeza da velocidade do seu site, use esta ferramenta gratuita de velocidade do site.

 

#9 – Pop-ups

Sabemos que os pop-ups aumentam a conversão, ok. Mas irritam os consumidores. Se você deseja ter um pop-up em seu e-commerce verifique se está fazendo o que é certo.

Momento: Os pop-ups são uma ótima maneira de obter informações importantes para o consumidor, mas certifique-se de que o pop-up não esteja sendo acionado rápido demais conforme o usuário acessa o seu site. Nada existe nada pior do que visitar um site pela primeira vez e, antes mesmo de começar a navegar pelos produtos ou verifica a empresa, você ser atingido por um “Ei, você! Quer 25% de desconto?”. A vontade é de responder “Sim, quero 25% de desconto, mas eu nem sei ainda se gosto dos produtos Sr. pop-up. Me dê um minuto para navegar.” É basicamente como um vendedor correndo atrás de você na loja de departamentos assim que você entra pela porta perguntando se precisa de ajuda.

Tamanho e saída: Qual o tamanho do seu pop-up? Se não for otimizado para dispositivos móveis e for muito grande para a tela, você poderá impedir que seus usuários continuem a navegar. Ter um pop-up super grande sem uma opção óbvia de “Sair” ou “Fechar” é apenas pedir aos usuários que se irritem e deixem o site… e não queremos isso. Queremos que os consumidores sejam felizes e passem bastante tempo no site para que possam comprar.

 

Se você é novo no mundo do comércio eletrônico ou procura atualizar e ajustar sua configuração atual, evite esses erros. Eles podem reduzir ou até zerar o número de visitantes que convertem no seu e-commerce.

E se você ainda precisar de ajuda com seu e-commerce, fale conosco e solicite uma consultoria.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Mantenha-se atualizado com os nossos últimos posts